Recicla Guaíba é o mais novo projeto de sustentabilidade da Polen
Abril marca o início das operações do Recicla Guaíba em Porto Alegre, o mais novo projeto de sustentabilidade desenvolvido pela Polen em parceria com a concessionária GAM3 Parks. Reciclagem e educação ambiental são os principais pilares da iniciativa. Saiba mais aqui.

A capital gaúcha agora também é a casa do projeto Recicla Guaíba, desenvolvido pela Polen em parceria com a concessionária GAM3 Parks, responsável por administrar  o Parque Harmonia e o Trecho 1 da Orla do Guaíba, em Porto Alegre. O projeto prevê a instalação de Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) no perímetro sob a responsabilidade da GAM3 Parks, para a coleta de material reciclável, além da realização de ações de educação ambiental para conscientizar a população sobre a importância do descarte correto tanto do lixo comum, quanto dos resíduos recicláveis. 

De acordo com a GAM3 Parks, são gerados em média pouco mais de três toneladas de resíduos por dia pelos bares, restaurantes, ambulantes e o público em geral que frequenta a área . Ao final do mês, a totalidade chega a quase 100 toneladas

Sustentabilidade na prática

Um dos pilares do Recicla Guaíba é o incentivo a reciclagem e para que isso se materialize na prática, o projeto prevê a instalação de 56 pontos de entrega voluntária (PEVs), que irão receber os resíduos recicláveis descartados pela população. 

Na primeira etapa do projeto, já entram em circulação os PEV’s móveis, serão bicicletas adaptadas com coletores para armazenar os resíduos recicláveis. As bikes coletoras irão circular ao longo da Avenida Edvaldo Pereira Paiva aos finais de semana e durante eventos realizados no local. 

Os demais pontos de entrega fixos serão instalados em restaurantes e quiosques da Orla 1 segundo calendário a ser definido. Para o ecólogo e CEO da Polen, Renato Paquet, a operação proposta no Recicla Guaíba já está validada, uma vez que tem se mostrado muito eficiente em outras cidades onde foi implantada. "Estamos levando  para Porto Alegre um modelo que impacta positivamente outras cidades brasileiras, como o Rio de Janeiro, onde temos o Recicla Orla. Nosso intuito, neste primeiro momento, é iniciar um processo eficaz de conscientização", afirma Paquet. 

Conscientização ambiental 

O Recicla Guaíba aposta na educação ambiental como ferramenta de conscientização e participação colaborativa da população porto-alegrense e dos visitantes que frequentam a Orla do Guaíba. Todos nós somos corresponsáveis pela destinação dos resíduos, uma vez que cada um tem a sua parcela de contribuição na geração dos mesmos. 

"O processo de conscientização será fundamental, precisamos mostrar a importância da separação de lixo e resíduos, e do descarte em local correto. A reciclagem traz muitos benefícios sociais, ambientais e econômicos", diz Carla Deboni, arquiteta e diretora administrativa da GAM3 Parks. 

O projeto prevê ações de conscientização chamadas de "clean ups", que devem ocorrer de forma específica, com datas pré-estabelecidas. A coordenação ambiental do Recicla Guaíba trabalha no momento  para criar um calendário de atuação que irá especificar como, quando e onde as ações de "clean up" irão acontecer. 

Sustentabilidade e inovação

Além da instalação dos PEVs e da realização dos clean ups, o projeto também irá movimentar a cadeia de reciclagem local. ​​Os resíduos serão coletados e separados por uma cooperativa de catadores de materiais recicláveis. Em seguida, os resíduos serão vendidos pelos operadores para a indústria da reciclagem e então transformados em matéria-prima para novos produtos. Neste ponto da operação entra a solução inovadora desenvolvida pela Polen, as notas fiscais eletrônicas geradas com a comercialização destes resíduos são validadas, registradas via blockchain, e transformadas nos créditos de logística reversa, totalmente rastreáveis e impossíveis de serem duplicados. Para cada quilo de material reciclado, é emitido 1 crédito de logística reversa. Leia mais sobre créditos de logística reversa aqui mesmo no blog da Polen

Vale lembrar ainda que os PEVs terão QR Codes e o  público  poderá interagir com o projeto por meio deles. Ao acessá-los será possível conferir os dados de todo material reciclável coletado e tratado pela iniciativa, sendo essa uma maneira de comprovar a destinação correta dos resíduos. Para saber mais basta visitar a página do Recicla Guaíba para ficar por dentro de todas as etapas do projeto. 

Autora: Daniella Barbosa

Recicla Guaíba é o mais novo projeto de sustentabilidade da Polen
April 14, 2022 11:00 AM
Abril marca o início das operações do Recicla Guaíba em Porto Alegre, o mais novo projeto de sustentabilidade desenvolvido pela Polen em parceria com a concessionária GAM3 Parks. Reciclagem e educação ambiental são os principais pilares da iniciativa. Saiba mais aqui.

A capital gaúcha agora também é a casa do projeto Recicla Guaíba, desenvolvido pela Polen em parceria com a concessionária GAM3 Parks, responsável por administrar  o Parque Harmonia e o Trecho 1 da Orla do Guaíba, em Porto Alegre. O projeto prevê a instalação de Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) no perímetro sob a responsabilidade da GAM3 Parks, para a coleta de material reciclável, além da realização de ações de educação ambiental para conscientizar a população sobre a importância do descarte correto tanto do lixo comum, quanto dos resíduos recicláveis. 

De acordo com a GAM3 Parks, são gerados em média pouco mais de três toneladas de resíduos por dia pelos bares, restaurantes, ambulantes e o público em geral que frequenta a área . Ao final do mês, a totalidade chega a quase 100 toneladas

Sustentabilidade na prática

Um dos pilares do Recicla Guaíba é o incentivo a reciclagem e para que isso se materialize na prática, o projeto prevê a instalação de 56 pontos de entrega voluntária (PEVs), que irão receber os resíduos recicláveis descartados pela população. 

Na primeira etapa do projeto, já entram em circulação os PEV’s móveis, serão bicicletas adaptadas com coletores para armazenar os resíduos recicláveis. As bikes coletoras irão circular ao longo da Avenida Edvaldo Pereira Paiva aos finais de semana e durante eventos realizados no local. 

Os demais pontos de entrega fixos serão instalados em restaurantes e quiosques da Orla 1 segundo calendário a ser definido. Para o ecólogo e CEO da Polen, Renato Paquet, a operação proposta no Recicla Guaíba já está validada, uma vez que tem se mostrado muito eficiente em outras cidades onde foi implantada. "Estamos levando  para Porto Alegre um modelo que impacta positivamente outras cidades brasileiras, como o Rio de Janeiro, onde temos o Recicla Orla. Nosso intuito, neste primeiro momento, é iniciar um processo eficaz de conscientização", afirma Paquet. 

Conscientização ambiental 

O Recicla Guaíba aposta na educação ambiental como ferramenta de conscientização e participação colaborativa da população porto-alegrense e dos visitantes que frequentam a Orla do Guaíba. Todos nós somos corresponsáveis pela destinação dos resíduos, uma vez que cada um tem a sua parcela de contribuição na geração dos mesmos. 

"O processo de conscientização será fundamental, precisamos mostrar a importância da separação de lixo e resíduos, e do descarte em local correto. A reciclagem traz muitos benefícios sociais, ambientais e econômicos", diz Carla Deboni, arquiteta e diretora administrativa da GAM3 Parks. 

O projeto prevê ações de conscientização chamadas de "clean ups", que devem ocorrer de forma específica, com datas pré-estabelecidas. A coordenação ambiental do Recicla Guaíba trabalha no momento  para criar um calendário de atuação que irá especificar como, quando e onde as ações de "clean up" irão acontecer. 

Sustentabilidade e inovação

Além da instalação dos PEVs e da realização dos clean ups, o projeto também irá movimentar a cadeia de reciclagem local. ​​Os resíduos serão coletados e separados por uma cooperativa de catadores de materiais recicláveis. Em seguida, os resíduos serão vendidos pelos operadores para a indústria da reciclagem e então transformados em matéria-prima para novos produtos. Neste ponto da operação entra a solução inovadora desenvolvida pela Polen, as notas fiscais eletrônicas geradas com a comercialização destes resíduos são validadas, registradas via blockchain, e transformadas nos créditos de logística reversa, totalmente rastreáveis e impossíveis de serem duplicados. Para cada quilo de material reciclado, é emitido 1 crédito de logística reversa. Leia mais sobre créditos de logística reversa aqui mesmo no blog da Polen

Vale lembrar ainda que os PEVs terão QR Codes e o  público  poderá interagir com o projeto por meio deles. Ao acessá-los será possível conferir os dados de todo material reciclável coletado e tratado pela iniciativa, sendo essa uma maneira de comprovar a destinação correta dos resíduos. Para saber mais basta visitar a página do Recicla Guaíba para ficar por dentro de todas as etapas do projeto. 

Autora: Daniella Barbosa

Fale Com a Polen