O que é o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE)?
July 27, 2020 5:43 PM
O Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) surgiu no Brasil como uma ferramenta para acompanhar e incentivar a postura sustentável por parte das companhias, bem como ressaltar as empresas alinhadas a essa ideia e tornar mais atrativo o investimento nesse campo. Neste texto iremos explicar melhor o índice, sua origem, vantagens e quais empresas o compõem em 2020. 

O Índice de Sustentabilidade Empresarial e sua origem

A adoção de práticas sustentáveis por parte das empresas vai muito além do objetivo de construir uma imagem responsável no mercado. A sustentabilidade empresarial representa um conjunto de ações para tornar as operações da empresa ecologicamente corretas, socialmente justas e economicamente viáveis. As empresas alinhadas a esse conceito, além dos impactos positivos proporcionados à sociedade, agregam valor aos seus produtos. Sabendo disso, investidores em todo o mundo vêm buscando priorizar companhias sustentáveis e socialmente responsáveis para serem beneficiárias de suas aplicações. 

Esse tipo de preferência se explica pelo chamado “investimentos socialmente responsáveis” (SRI), que entende que os empreendimentos sustentáveis são mais preparados para enfrentar riscos econômicos, ambientais e sociais. Desta forma produzindo valor para estes acionistas a longo prazo

Foi nesse cenário de tendência mundial que, em 2005, a América Latina se tornou pioneira na criação de um índice de referência usado para guiar os investimentos socialmente responsáveis. No Brasil, instituições como BOVESPA - Bolsa de Valores de São Paulo (hoje BM&FBovespa), juntamente a diversas outras - ABRAPP, ANBID, APIMEC, IBGC, IFC, Instituto ETHOS e Ministério do Meio Ambiente uniram-se para desenvolver o ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial).

Mas, afinal, o que é o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE)?

Em suma, o ISE pode se entender como uma ferramenta, ou índice, para medir o comprometimento da sustentabilidade corporativa sob a ótica da eficiência econômica, equilíbrio ambiental, justiça social e governança corporativa. Isso quer dizer que esse índice tem por objetivo a criação de um cenário de investimento diferenciado e responsável, tornando-o compatível com o desenvolvimento sustentável da sociedade. Desta forma, identificam-se corporações que apresentam valores como responsabilidade ética e boas práticas em seus processos produtivos.

Na prática, funciona da seguinte forma: no início de cada ano, a B3, bolsa de valores oficial do Brasil, seleciona empresas reconhecidas em boas práticas de sustentabilidade para integrarem a carteira de investimentos do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE). Essa seleção se dá por uma longa análise das respostas de um questionário desenvolvido pela CES-FGV, Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas, e seu preenchimento é voluntário.

Os critérios que avaliam os setores ambiental, social e econômico financeiro, são divididos em quatro conjuntos: 


1 - Políticas (indicadores de comprometimento);

2 - Gestão (indicadores de programas, metas e monitoramento); 

3 - Desempenho; 

4 - Cumprimento legal. 


Vale ressaltar que, mesmo sendo voluntário, organizações participantes demonstram um compromisso com uma postura ambientalmente responsável, o que se torna algo positivo para a imagem da companhia no mercado.


Quais empresas compõem o ISE 2020?

Em Janeiro de 2020 a B3 divulgou sua 15ª carteira de investimentos, que vai vigorar até 1º de Janeiro de 2021. É composta por 30 organizações:

15ª carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial - ISE B3 2020
15ª carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial - ISE B3 2020


Em números, isso representa 15 setores e soma R$ 1,64 trilhão em valor de mercado, 37,62% do total do valor de mercado das companhias com ações negociadas na B3, com base no fechamento de 26/11/2019.

Quais são as vantagens do ISE?

A empresa pode ser prioridade de investimento por estar listada no ISE
A empresa pode ser prioridade de investimento por estar listada no ISE / Foto: jcomp, Freepik


Existem inúmeras vantagens para uma organização adotar uma postura socioambientalmente responsável. Conforme mencionado anteriormente, empresas alinhadas aos critérios do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), integram a carteira de investimento da B3

Fazer parte desse grupo também faz com que essas organizações sejam tratadas com prioridade por outros investidores. Larry Fink, CEO da Black Rock, tem destacado a importância de se contribuir positivamente para a sociedade em cartas enviadas aos CEO’s das empresas que compõem sua carteira de investimento. É muito emblemático ver um executivo como Fink, que possui sob sua gestão três PIB’s brasileiros, com este posicionamento. Reforçando esta preferência, na série histórica, as ações das empresas que integram o Índice da B3 têm performance superior às das demais organizações que fazem parte da bolsa de valores brasileira.

Além disso, com o crescimento constante da conscientização ambiental e consumidores mais críticos, tem se tornado cada vez mais comum a busca por produtos que não são testados em animais, feitos a partir de material reciclado, que não envolvam trabalho escravo, dentre outros. Em 2017 um levantamento feito pela Opinion Box, empresa especialista em pesquisa de mercado, apontou que 42% dos consumidores se preocupam muito com práticas sustentáveis quando compram algo. Dessa forma, a empresa se alinha às novas demandas dos consumidores.

Ao adotar uma postura comprometida com a sociedade, se percebe também uma mudança de comportamento dos clientes, deixando de ser apenas consumidores do produto ou serviço para se tornarem “advogados da marca”. São esses clientes mais engajados que divulgam o nome da empresa, contribuindo para o canal de marketing mais eficaz: o boca a boca.

Outra vantagem bem interessante é o engajamento dos colaboradores. De acordo com a pesquisa realizada pela startup norte-americana BetterUp em 2019, o sentimento de pertencimento gera significativos números positivos à empresa, como uma melhora de 56% no desempenho dos seus funcionários. A sensação de fazer parte de um grupo que impacta positivamente na sociedade ressignifica a importância da função e aumenta o comprometimento do colaborador.

O retorno que se dá à sociedade, no âmbito da preservação ambiental, também é um ponto a se destacar. Pensar que apenas o canudo de plástico é o grande inimigo do meio ambiente é uma ideia ingênua. Inúmeros gases, poluentes e outros resíduos são depositados na natureza diariamente. A adoção de medidas para minimizar o impacto causado no ecossistema no decorrer de um processo é de suma importância para o cuidado e manutenção da sociedade como um todo

Baixe agora o ebook gratuito "11 Perguntas e Respostas para entender a Logística Reversa"

Por um futuro mais responsável

Conforme mencionado no início, a adoção de práticas sustentáveis por parte das empresas vai muito além do objetivo de construir uma imagem responsável no mercado. Se trata de agregar valor à sociedade  e pensar no futuro de uma forma mais prudente e coletiva. 

No mês passado, um grupo de 30 empresas globais de investimento, que administram US$ 3,7 trilhões, entregaram uma carta ao governo brasileiro cobrando medidas mais contundentes contra o avanço do desmatamento da Amazônia. Essas empresas ameaçam desinvestir caso não vejam progresso rumo a uma solução para o desmatamento, que atingiu uma máxima de 11 anos em 2019.

Portanto, em um período em que as pautas envolvendo o meio ambiente ganham destaque, iniciativas como o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) se fazem cada vez mais pertinentes e necessárias para indicar as empresas comprometidas com nossa sociedade.


Entendeu o que é o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE)? Como você tem preocupação com a sustentabilidade corporativa, entenda também como a logística reversa contribui com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) clicando aqui. 

Compartilhe este texto nas redes sociais se ele foi útil para você!

10 anos de PNRS e Logística Reversa: como está a transição para a economia circular?



Referências

Metodologia Índice de Sustentabilidade Empresarial - BM&FBovespa

ISE – Índice de Sustentabilidade Empresarial – O que é? - Pocket Lab

Você conhece o ISE - Índice de Sustentabilidade Empresarial? - Tera Ambiental

ISE e ICO2: O que são esses índices da Bolsa de Valores e como eles funcionam? - Blog Clear

B3 divulga a 15ª carteira do ISE B3 - Índice de Sustentabilidade Empresarial - B3

Por que aderir? - Pacto Global

Sustentabilidade empresarial: a grande tendência pós-COVID - Blog Credito de Logistica Reversa

Sustentabilidade: os consumidores estão preocupados com ações sustentáveis? - Opinion Box

4 maneiras de promover o sentimento de pertencimento no trabalho - Forbes

6 vantagens de adotar a sustentabilidade nas empresas - Blog Racon

O consumidor atual procura empresas sustentáveis e engajadas! - Blog Samplify

Os canudos de plástico são mesmo os grandes vilões? - Blog da Polen

Investidores europeus ameaçam desinvestir no Brasil devido a desmatamento - G1

Fale Com a Polen